Nova geração do iPhone SE: Mesma receita de sucesso, o melhor “custo-benefício” da apple

Tec
Fonte: Apple

A gigante de Cupertino finalmente decidiu atender ao pedido de fãs e lançou no último dia 15 a nova versão do iPhone SE. Com isso a Apple novamente preenche uma lacuna importante do seu leque de aparelhos, um aparelho com ficha técnica top de linha por um preço “acessível”.

A estratégia é a mesma da primeira geração do aparelho lançada em 2016, focada em custo-benefício. Seu processador será equipado com o chip A13 Bionic, na mesma configuração dos iPhones 11 anunciados em 2019.  Com isso, o iPhone SE será compatível com carregamento sem fio e terá atualizações nas câmeras traseira e frontal. Entretanto manterá o mesmo design lançado em 2017 do iPhone 8, que por sinal é praticamente o mesmo estilo do iPhone 7 lançado em 2016, o que significa a presença de bordas grossas e apenas uma câmera traseira, algo que pode desagradar alguns consumidores, visto que apesar de ser o aparelho mais acessível da maçã, ele está longe de ser considerado um celular barato, principalmente no Brasil.

O novo iPhone SE está disponível em três cores: preto, branco e vermelho (PRODUCT RED que reverterá contribuições para o Fundo Global de Combate ao COVID-19). Nos Estados Unidos, a pré-venda começou na sexta-feira, 17 de abril, e o preço inicial é de US$: 399 (R$: 2100,00 em conversão direta, sem contar impostos).

O aparelho já consta no site oficial da Apple no Brasil, o preço iPhone SE está sendo vendido a partir de R$ 3.699, valor referente ao modelo com 64 GB. O modelo de 128 GB está disponível por R$: 3.999, enquanto a opção de 256 GB custa R$: 4.499. Nas lojas de varejo, já possível encontra-lo com preços partindo de R$: 3.399. É um valor bem acima do esperado, entretanto, compreensível diante de um cenário econômico de incertezas e recente desvalorização do real em relação ao dólar.

“O primeiro iPhone SE foi um sucesso porque vários clientes adoraram a combinação única de tamanho pequeno, desempenho de ponta e preço acessível. A nova geração aproveitou essa ótima ideia e fez melhorias em diversos sentidos, inclusive em nosso sistema de câmera única para fotos e vídeos incríveis, mas sem deixar de ser acessível”, afirma Phil Schiller, senior vice president of Worldwide Marketing da Apple. “O iPhone SE tem o desempenho líder do setor com o chip A13 Bionic, que oferece uma ótima duração da bateria, tira fotos deslumbrantes no modo Retrato e com HDR Inteligente, grava vídeos espetaculares com áudio estéreo, é ideal para jogar e navegar na internet em alta velocidade, e ainda inclui os mesmos recursos de segurança avançados que os clientes esperam. Não vemos a hora de colocar o iPhone SE na mão dos nossos clientes.”

Marcos Medeiros

Marcos Medeiros

Geólogo, Mestrando em Geologia e Geoquímica (UFPA). Amante da Ciência e de novas tecnologias.

Um comentário em “Nova geração do iPhone SE: Mesma receita de sucesso, o melhor “custo-benefício” da apple

Deixe uma resposta